Chucky, o brinquedo assassino, retorna em trailer no novo filme

Não é de hoje que as produções cinematográficas nos EUA têm se concentrado em torno de reboots, refilmagens e sequências de franquias do passado. Por isso, pegando carona na tendência do momento, o diretor e roteirista Don Mancini anunciou o início das gravações do sétimo filme da saga de Chucky, o boneco assassino mais querido da história do cinema. Segundo informações da Entertainment Weekly, Cult of Chucky (ainda sem título no Brasil), começará a ser rodado na próxima segunda, dia 9 de janeiro.

Neste novo filme, Chucky (dublado pelo intérprete oficial do boneco do capeta, Brad Dourif) retorna para continuar assombrando a vida de Nica Pierce (Fiona Dourif). Ela agora está internada em um hospital psiquiátrico para criminosos após os inquéritos policiais terem concluído que a moça foi a responsável pela morte de sua família. Acreditando estar protegida de Chucky, o verdadeiro assassino de seus familiares, a moça sequer suspeita que ainda faz parte dos planos maléficos do brinquedo infernal.

O único que pode salvar a vida de Nica de uma vez por todas é Andy Barclay (Alex Vincent), o primeiro dono de Chucky em Brinquedo Assassino - primeiro filme da franquia, lançado há quase trinta anos. Já adulto, Barclay precisará usar todos o seu conhecimentos e os recursos dos quais dispõe para tentar derrotar tanto Chucky quanto sua eterna noiva, Tiffany (Jennifer Tilly), que também está de volta para a continuação.

Vale lembrar que essa é a segunda participação de Fiona Dourif, filha de Brad, como Nica Pierce. Ela também protagoniza A Maldição de Chucky ao lado de Barclay e Tilly, que interpretarão seus papeis pela quinta vez em Cult of Chucky.

Segundo Glenn Ross, vice-presidente da Universal 1440 Entertainment, "Chucky não vai parar até conseguir sua vingança". Você pode conferir o primeiro teaser de Cult of Chucky abaixo:


https://www.youtube.com/watch?v=PZFNiIxYrmI

 

 

Fonte: Adoro Cinema

    Você sabia que o OqueRola está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.