Cineclube aborda loucura e luta antimanicomial em quatro sessões gratuitas nesta quarta (17)

Publicado em 16.05.2017


Refletir sobre a saúde mental é a proposta do Cineclube Desencuca, projeto do Coletivo de mesmo nome, que terá sessão de lançamento amanhã (17 de maio) com debates relacionados ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial – 18 de maio. O projeto foi aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Goiânia e oferece programação gratuita na Vila Cora Coralina, no Centro de Goiânia.

Quatro documentários que tratam da saúde mental serão exibidos. A ideia do Coletivo é criar uma programação cultural que envolva pessoas em situação de vulnerabilidade e a comunidade em geral para refletir sobre temas que envolvam arte, saúde, inclusão social, direitos humanos e loucura. A linguagem cinematográfica torna-se um recurso para compartilhar dúvidas, conquistas e ressignificar histórias acerca da experiência da exclusão em nossa sociedade.

A entrada é gratuita. Confira a programação:
Serão realizadas duas sessões:

14h00
• Holocausto Brasileiro: O impacto refletido na sociedade
Direção: Joyse Fonseca
Ano: 2016
Gênero: Documentário Nacional
Duração: 27 minutos

• Afete-se! Ocupa Nise
Direção: Gê Vasconcelos / João Pedro Gasparian
Ano: 2014
Gênero: Documentário Nacional
Duração: 14 minutos

19h00
• Passageiros de segunda classe
Direção: Kim-ir-Sem / Luiz Eduardo Jorge / Waldir de Pina
Ano: 2001
Gênero: Documentário Nacional
Duração: 21 minutos

• Hotel da Loucura
Direção: Felipe Careli e Flavia Venturi
Ano: 2014
Gênero: Documentário Nacional
Duração: 20 minutos

Endereço: Vila Cultural Cora Coralina (Rua 03 esquina com Av. Tocantins/ Centro)

Evento no Facebook: Clique aqui.

Posts Relacionados

LER  Cineclubes de Goiânia debatem vida de quem mora nas ruas e feminismo
Lillian Bento
Lillian Bento

Últimos posts por Lillian Bento (exibir todos)



    COMENTÁRIOS