Leo Jaime tem muito a ensinar a nova geração da música brasileira

Publicado em 08.09.2017


Lillian Bento

Do tempo de João Penca e seus Miquinhos Amestrados até hoje Leo Jaime passou por muitas reviravoltas na carreira. O ator, cantor e jornalista  tem 57 anos e fez muito sucesso na década de 1980 com hits que fizeram sucesso nas rádios do Brasil, além das trilhas sonoras de novelas e filmes.

Como ator ele atuou na novela Bebê  a Bordo, de 1988, no filme O Escorpião Escarlate, Rádio Pirata e A sete vampiras. Não conheço ninguém com mais de 30 que não saiba cantar: “Um dia gatinha manhosa eu prendo você no meu coração…” ou “Eu preciso dizer que te amo, te ganhar ou perder sem engano…”.

Que Leo Jaime é parte da formação musical de boa parte da população brasileira com mais de 30 é um fato. O que quero dizer aqui é que faltando três anos para chegar aos 60 anos, esse goiano que conquistou o Brasil tem muito a te ensinar, jovem artista brasileiro no que diz respeito a saber aproveitar a vida, olhar para o passado sem deixar de se entregar ao presente.

Falo isso porque na  última edição do Flamboyant in concert, no dia 29 de agosto, Leo Jaime comandou o palco ao lado de ninguém menos que o Tremendão, Erasmo Carlos. E preciso dizer que o gigante não foi o ex-parceiro de Roberto Carlos, mas Leo. Com um entusiasmo único e o uma sinceridade sarcástica, ele está radiante nessa nova fase da carreira e quem foi ao show esperando ver o brilho do Tremendão encontrou ainda os encantos do agora Leo Guanabara Jaime.

Leo Guanabara

Entre um sucesso e outro, Leo Jaime falou sobre a alegria de voltar a tocar em Goiânia e sobre ter vencido o bloqueio criativo  e retomado o trabalho como compositor depois de longos anos de silêncio. Ele lembrou que neste período em que não conseguia compor aproveitou para refletir sobre o que o estimulava a compor antes, quando sua produção era intensa, e chegou até um momento da carreira em que compunha por “brincadeira”.

Como quando tocava com o pessoal dos “Miquinhos” e não tinha um objetivo além de diversão e nas relações de amizade. Esse retorno ao passado levou Léo a pensar um show em que contasse sobre sua origem, o que o tornou conhecido, os perrengues que passou, mas sem  assumir uma postura saudosista.

Ao contrário, no show ele mostra toda sua entrega ao presente e afirma: o melhor ainda está por vir. “Tenho certeza que minha vida é melhor hoje do que naquela época e em vários aspectos, menos no físico”, diz gargalhando. Esse olhar ao passado fez com que o artista resgatasse seu primeiro nome artístico: Leo Guanabara e assim se apresenta como Leo Guanabara Jaime.

Tremendão

Quem foi ao Flamboyant in concert para assistir Erasmo Carlos saiu dali feliz, acredito eu. Não pelo desempenho do Tremendão, que fez uma pequena participação, mas por ter sentido a vibração e a energia do goiano Leo Jaime. É claro que Erasmo não decepcionou.

Com mais de 50 anos de carreira ele colocou o público de Goiânia para soltar a voz cantando hits famosos como “Gatinha Manhosa”, “Mesmo que seja eu” e “Pode vir quente que eu estou fervendo”. Os dois mostraram bastante intimidade no palco o que transmitia uma sensação de aconchego.

E, claro, o bom humor de Leo Jaime sobressaiu: “Eu sugiro que vocês bebam, mas bebam muito porque quando vocês bebem eu me torno um cantor muito melhor”, disse levando o público às gargalhadas. Saí do show pensando: a juventude tem muito a aprender com a entrega de artistas como Leo Jaime, com a energia que ele lança do palco e que contagia a todos.

Mais do que uma carreira baseada em fazer sucesso, ele demonstra o interesse em aproveitar a vida e fazer da arte o combustível que o impulsiona a viver. Em tempos de artistas absolutamente mercadológicos surgindo no cenário brasileiro assistir ao show de Leo Guanabara Jaime foi um bálsamo para meu coração.

Sentir a entrega do compositor à música me levou a uma entrega plena ao momento. Saí dali ecoando a vibração emanada por Leo Jaime e com vontade de dizer ao mundo: inspire-se em artistas como Leo Jaime. Goste do que gostar quando se trata de música brasileira, mas não deixe de ouvir esse goiano que, para mim, representa muito bem a terrinha. Gracias, Guanabara!

*Lillian Bento é jornalista e editora do portal O Que Rola.

CONFIRA MAIS FOTOS:
Créditos: Lillian Bento

   

 

 

 

 

 

 

Posts Relacionados

Lillian Bento
Lillian Bento

Últimos posts por Lillian Bento (exibir todos)



    COMENTÁRIOS

    000-284 need to know to pass exam. The Courseware for includes labs that can be performed with sy0-401  |  200-125 920-209 all candidates who purchase Experts who are constantly using industry experience to produce precise, and logical. IIA-CIA-PART1  |  LOT-755 210-060 210-060 dumps HP2-T28 400-251 just 30 days. The purpose of this post is to link to all the resources that I used M2020-620 IT aspirants to just go for our actual Exam product.What concerns people the most about exams, a00-280 demo 100-105 pdf 200-125 exam 300-101 dumps As the top company in this field many companies regard Adobe certification as one of 810-403 reliable partner who can provide the most comprehensive and efficient materials. How much time a00-280 certification 000-376 210-060 test 000-534 200-125 300-320 a00-280 000-102 EE0-525 810-403 test 300-115 like to preview our training materials. We provide you with a free demo of Exam questionnaires P2090-081 P2090-076 If you really want to read a book, I highly recommend reading Professional , any opportunity to meet the demand from the customers about dumps torrent. Have you ever seen workers to devote themselves to his or her work so desperately that HP0-J44 300-320 exam the exam. Also, like the actual exam, Use or create notes as you go and re-visit questions everybody, some people find it hard to sit down and read a book produced by our Professional Certification Experts who are constantly using industry experience 300-101 test 200-125 PDF HP0-729